BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A Luz da loucura




A estrela que brilhava nos meus olhos extinguiu-se.

Perdi-me de mim nos meus devaneios.

Pendurei o trilho que me falta percorrer no cabide da entrada.

Tudo se desfez à minha volta.

Apenas sigo as minhas ilusões e delírios.

Tenho medo que tudo volte.

Os pesadelos no meu coração.

A inquietude da minha alma.

Porque te apagaste luz do meu amor?

Não te quero ver apagada.

Retorna a tua luz.

Volta a ser o que eras, volta a guiar a minha existência.

A minha estrela apagou-se.

Sem a tua cor apenas me posso despir de sentimentos.

Desnudar a alma com a minha voz vacilante e trémula.

Deixar deslizar o olhar cerúleo e aguado pelo corpo deixando-o descansar no chão como quem se deita num tempo inerte e sombrio.

Assim no escuro perco-me na noite da minha ira.

Lá fora, a agitação do vento forte ralha com o céu que ribomba agoniado de dor por me ver tão só.

Envolveste-me nas trevas do desespero e da loucura.

Apenas me resta na memória, o odor dos lençóis quentes que adornaram os corpos em êxtase.

Volta para o céu da minha vida.

Não me deixes morrer.

Quero estar contigo, não quero enlouquecer.



Mas, para lá caminho!




2010-01-14

8 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema...porém muito triste, mas quem sou eu para falar em poemas tristes...
Beijinhos
Sonhadora

Sônia Silvino disse...

Sonhador!
Que lindo poema!
Me encantou!!!
Bjkas!

Susana disse...

Olá sft

Fabuloso, extraordinário este poema, cada palavra exprimida é como a brisa que preciso para respirar, magnifico:)

Beijinhos junto de um sorriso

Susana

Sonhadora disse...

Meu querido sonhador
Perdão por te ter mudado o sexo,enganei-me.
Muitos beijinhos carinhosos para ti.

Beijinhos
Sonhadora

ampulhetas disse...

gostei

lindíssimo

e caminha Luz
nunca pares de caminhar

bj
teresa

Pétala disse...

Que texto mais lindo!!! Os últimos três versos...perfeitos!

Beijos e pétalas.

Lita disse...

Sem que desse conta, fui te lendo e a minha respiração...prendeu-se!
Perdi o folego, e bebi as tuas palavras sentidas, como num desespero, mas sem ansia..
Desespero que talvez... tenhas sentido,enquanto escrevias!
Desespero que sinto, por tambem me terem apagado,a minha luz...
Lindas palavras, acredita que conheço o sentir...
Fica bem,
Um beijo
Lita

Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.