BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 3 de março de 2010

Doce dor!


Cada um de nós é uma lua e tem um lado escuro que nunca mostra a ninguém.
Mark Twain


Aprecio e venero as mulheres. Admito! As mulheres são como os sonhos, nunca se conseguem controlar. Avoaçam como pombas brancas sem rumo num céu claro sereno de doçura, que nos anestesia os sentidos tão doridos de negrura.
Narcótica doce dor!
São como nuvens instigadas pelo vento que nos trazem chuva de lágrimas, relâmpagos de luz, trovoadas de bonança e nos levam a vida por vezes em imprevistas enxurradas.
Tempestuosa doce dor!
São carne, ossos e desejos em explosão. Odor e gosto de fogo que nos incendeiam de prazer.
Tornam-nos outros. Caminhamos de outra forma, falamos de outra forma, mudamos de perfume, de sotaque, de boxers, tornamo-nos deuses, heróis, contadores de 1001 histórias... que não as nossas.
Impostora doce dor!
Apregoamos mais alto que nós próprios para que elas reparem... para que saibam que ali estamos.
Amamos mulheres mais e menos bonitas. Se a beleza constituísse o único mérito das mulheres, às feias só lhes restaria o suicídio.
Mas felizmente o amor é cego. Que se elucidem os corpos e as mentes. O belo existe, e nós gostamos dele.
Preclara doce dor!
É a mulher bela que nos faz tropeçar as pernas, a menos bela poderá fazê-lo, mas com o dobro do trabalho.
Adoro a forma como mentem, e como não o fazem. Prefiro nem saber o que é ou o quê.
Há nas suas confissões uma réstia de silêncio. Do seu hermético mundo, nós homens, não teremos mais do que isso. Tomaremos a sua verdade como a nossa, ou morreremos loucos.
Esquizofrénica doce dor!
Que se enganem os machistas sobre quem manda em quem.
São arquitectas de alma, estrategas da sua própria vida. Lançam os dados esperando que tudo bata certo. Dados perfeitos em que a soma dos lados opostos resulta no número sete. Por acaso o meu número preferido.
São exímias jogadoras de roleta Russa. Amas, morres... amas e morres… amas ou morres...
Quem não amou nunca, já nasceu morto.
Finada doce dor!
Aquele que amou loucamente a mulher que teve, saberá mais de amor do que o que teve mil. Sim! Li esta frase em qualquer lugar que não lembro.
Homem! Escreve isto no próprio corpo, e as marcas que nele passeiam. São as regras do jogo. Não as tentes alterar… segue-as sem vacilares.
Que se enganem os conformados, que se despertem os menos lúcidos... a mulher sempre esconderá aquilo que realmente deseja.
Oculta doce dor!
Que se quebrem as alianças, que se encarem os desejos, que se destapem os medos...
O corpo toca-nos o espírito... o afecto aquece a alma.
E a mulher dormita voluptuosamente nua... e, quando a menina cresce e se torna mulher... o homem eclipsa-se num evidente menino.
Mas eu gosto delas, e é tão bom sentir-me menino de novo.
Um menino com um doce coração, um homem com a alma coberta de dor.

9 comentários:

Angel in the dark disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cirrus disse...

A mulher é o que de mais sublime pode acontecer a qualquer homem. Somos verdadeiramente bem aventurados pela sua existência.

catwoman disse...

Obrigada por um tributo, tão lindo à mulher. Não sei se corresponderemos a tudo o que dizes, mas que tentamos, lá isso :)

A sério: muito obrigada, como mulher.
Beijinho.

Menina do cantinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DoceAroma disse...

O hino às mulheres... uma ode sagrada que dignifica o divino. Uma ode de amor e paixão a mim como mulher resta-me agradecer e esperar que tanto poder, tanta força sirva o bem e não para magoar porque quem tem tamanho "poder" como aquele que atribuis às mulheres deverá sempre servir o bem. Mas os designios de tamanha influência são tão misteriosos como para mim a alma de um homem... O ser humano é para si mesmo um mistério... homens e mulheres és um coração aberto e há pessoas que quase sem querer deixamos entrar...

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Que belo texto, uma homenagem à mulher...a todas.
Lindo

beijinhos
Sonhadora

Angel in the dark disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luz disse...

Querido Sonhadorft,
Perfeito na intenção :)
No entanto, são poucos os homens que conseguem compreender no seu todo ou, em parte a mulher. Alguns aproximam-se, outros ficam longe e nunca o conseguem.
Há os que também se julgam conhecedores da mesma, mas nunca a alma lhe conseguiram tocar e, outros há ainda, que conseguem tocar-lhe a alma, mas por receio, medo..., por vezes, fogem...
O segredo, creio que reside em que ambos devem revelar-se sempre com verdade e, dessa forma as almas irão tocar-se para sempre haja o que houver.

Bjo de Luz

Margarida de Almeida Tavares disse...

Fantástico!!!